novembro 28, 2019

Investir 13.º salário evita endividamento com despesas de início do ano

Até a próxima sexta-feira, 29 de novembro, deve ser paga a primeira parcela do 13.º salário, benefício devido aos trabalhadores com vínculo empregatício, além de aposentados e pensionistas. Enquanto parte da população vai usar o valor para o pagamento de dívidas, o futuro financeiro de curto prazo ainda está em definição para outros. Gastar ou investir?

Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) aponta que apenas 9% dos brasileiros dizem ter condições de pagar as despesas extras de início de ano – como IPTU, IPVA, seguros e gastos com educação (matrícula, material e uniforme) – com os próprios rendimentos.

Por isso, a recomendação é investir o 13.º salário. “Para despesas de emergência ou para aquelas que extrapolam o orçamento no início de ano, o investimento mais adequado é aquele que pode ser resgatado a qualquer momento, como o Certificado de Depósito Bancário (CDB) de liquidez diária.

Quem investe hoje visando suportar os gastos da entrada de 2020, evita a necessidade de fazer um empréstimo ou entrar no cheque especial, além de garantir rentabilidade”, declara a gerente-executiva de clientes e operações do Banco RCI Brasil, Elizandra Costa.

Conteúdo relacionado: Conectividade Social

“Diversificar os investimentos de acordo com as necessidades é uma das dicas dos especialistas em educação financeira. Para começar o ano com o pé direito e se tornar um investidor, o ideal é fazer uma reserva de emergência e aplicar em produtos de curto prazo, como CDB de liquidez diária e que renda acima de 100% do CDI. Assim, ele tem rentabilidade superior a da poupança e é lucrativo, apesar da redução da taxa Selic”, explica o gerente de produtos financeiros do Banco RCI Brasil, Renato Negrão.

Mais rentabilidade e segurança

Para atrair clientes que precisam de uma reserva de emergência mais rentável que a poupança e que podem guardar apenas uma parte do 13.º salário, o Banco RCI Brasil, braço financeiro das montadoras Renault e Nissan, reduziu o valor mínimo de investimento em seus CDBs para R$ 100,00.

O Banco RCI Brasil tem um CDB de liquidez diária com taxa de 102% uma das melhores do mercado. “Em função da liberação do 13.º salário, no mês de dezembro, decidimos aumentar a taxa para 104% do CDI para novos clientes”, declara Elizandra.

A instituição financeira é classificada como “Aaa.br”, o melhor rating concedido no País pela agência Moody’s. Além disso, o investimento também é protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), ou seja, não falta segurança para o cliente.

Além da taxa atrativa, da segurança e do baixo valor inicial de investimento, o Banco RCI Brasil também conta com o aplicativo exclusivo para o investimento – o CDB Banco RCI. O app está disponível nas lojas App Store e Google Play e foi especialmente desenvolvido para as pessoas físicas acessarem o produto financeiro, o que garante uma experiência fácil, rápida e segura.

 

SHARE:
Seguro desemprego 0 Replies to “Investir 13.º salário evita endividamento com despesas de início do ano”