consulta requerimento INSS

Consultar Requerimento INSS

O Instituto Nacional do Seguro Social auxilia milhares de famílias pelo país com a concessão de benefícios.

Entre os mais pedidos, é possível observar as aposentadorias, auxílios, pensões por morte, salário maternidade e muito mais.

Portanto, ao se encaixar nos requisitos trazidos pelo governo, o pensamento inicial do brasileiro é entrar com o pedido do seu benefício e aguardar ansiosamente a sua resposta. Pensando então em você e na sua comodidade, o INSS buscou uma forma de consultar o seu requerimento de forma online e bem rápida.

Para saber como esse procedimento funciona é só continuar conosco.

COMO REALIZAR A CONSULTA DO REQUERIMENTO DO INSS?

Sem dúvidas, Consulta de requerimento do INSS é aquele serviço bastante procurado pelos contribuintes da previdência, isso porque ao começar a contribuir para a seguridade social você imagina o dia em que poderá ter uma contraprestação desse pagamento.

E quando situações que se encaixam em pedidos de benefícios ocorrem, você logo quer entrar com um requerimento para saber se possui direito.

Então, depois de realizar todo o processo de pedido, você deverá em os dias seguinte consultar como anda a consulta do seu requerimento.

E isso poderá ocorrer de duas formas, caso escolha a via online. Tanto pelo oficial do INSS (www.inss.gov.br) ou pelo portal meu INSS (www.meu.inss.gov.br).

consulta-requerimento-inss

Nos dois casos é preciso informar o número do seu benefício previdenciário, sua data de nascimento, o nome do beneficiário e o número do cadastro de pessoa física. Ao final, clique em “visualizar”.

Bom, fora esses, ainda existe a forma por meio presencial. Não tão usual hoje em dia nas capitais brasileiras, devido à falta de tempo dos contribuintes, mas ainda bem recorrente nos interiores do país, já que alguns ainda não possuem tanta facilidade com o meio online. Essa é uma forma não tão rápida, mas que a informação é também passada com clareza.

E por último e muito importante, é possível que você ligue para a central de atendimento da previdência social pelo número 135.

Você perguntará ao atendente como anda o seu requerimento, passando em seguidas os dados essenciais para que ele consiga visualizar sua situação. A central funciona de segunda a sábado, das 7 horas da manhã as 22 horas da noite, com base no horário de Brasília.

Caso você deseje consultar sua carta de concessão, clique aqui.

INSS

CONSULTA REQUERIMENTO PERÍCIA DO INSS

Alguns dos tipos de consulta de requerimento do INSS, é da perícia.

Nos benefícios previdenciários de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez é necessário, assim como nos demais, seguir uma serie de requisitos para que você possa ser contemplado com um desses benefícios.

Porém, fora esses requisitos, tem um que é de fundamental importância; a realização de perícia.

A perícia funciona basicamente como um exame realizado por médico credenciado pela autarquia federal que irá analisar o seu caso e observar se a sua incapacidade para o exercício da atividade laboral é temporária ou permanente.

Sendo de caráter temporário, o benefício aplicado e apresentado no laudo por ele será o de auxílio-doença. Porém, sendo de caráter permanente, ele indicará a aposentadoria por invalidez.

Mesmo no caso de aposentadoria por invalidez, é preciso que a cada 2 anos você refaça novas perícias para analisar como anda o seu histórico médico. Se a incapacidade tiver sido sanada, o médico constará isso no seu lado e o beneficio previdenciário é automaticamente cancelado.

Pois, apesar de ser uma aposentadoria, não apresenta caráter definitivo.

consulta inss

CONSULTA CARTA DE CONCESSÃO

Depois que o pedido é feito perante o Instituto Nacional, você irá para casa e aguardará uma decisão informando o status do seu pedido.

No passado, para consultar esse requerimento do INSS, essa decisão vinha apenas por meio de carta e daí o nome de carta de concessão.

Porém, hoje em dia, além da carta física, pode ser que você consulte a sua carta de forma online entrando no portal do meu INSS através do endereço de URL www.meu.inss.gov.br.

Já se você não tiver meios para acessar a carta online, não se preocupe, que a carta física tem um prazo de 30 dias para chegar na residência do contribuinte.

Esse prazo poderá ser um pouco estendido por conta da enorme demanda de pedidos que ocorre atualmente.

Pois bem, recebida ou visualizada sua carta de concessão, é claro analisar que são três os status que podem lá estar presentes.

Primeiro, que o seu pedido foi concedido. E você poderá ficar bem feliz, aguardando o dia do primeiro deposito bancário.

Em segundo lugar, que o seu benefício está habilitado, ou seja, ainda está passível de análise.

E por último, que o benefício foi indeferido pelo Instituto por algum motivo, por exemplo, eles observaram que você deixou de cumprir os requisitos estabelecidos ou por ausência de documentos. Nessa hipótese, é importante que você tenha conhecimento do porquê que o benefício não foi concedido. Cabendo também dessa decisão administrativa um recurso, se assim preferir.

Espero que você tenha aprendido como consultar seu requerimento do INSS de forma rápida e simples.

Para mais informações sobre o texto, mande sua pergunta para a nossa equipe que entrará em contato o mais breve possível.

Você pode também conhecer quem somos, clicando aqui.

seguro desemprego

SAA.MTE.GOV.BR – Seguro desemprego: Agendamento

A grande novidade que foi implantada pelo Ministério do Trabalho e Emprego foi a possibilidade de dar ao seguro desemprego um novo meio de realização do serviço pelo SAA.MTE.GOV.BR

Já que a agendamento do seguro desemprego funciona da seguinte maneira; você acessar a página do Sistema de Agendamento de Atendimento e analisará qual o dia disponível na sua região para realizar seu atendimento.

O site que informará o dia, com hora e local marcados.

Chegando lá, você dar entrada no seu direito e aguarda as outras etapas do processo.

Viu como é muito simples? Tudo funciona de maneira online.

Para que fique melhor o entendimento, iremos explicar o passo a passo do processo.

AGENDAMENTO SAA.MTE.GOV.BR

1º passo: o trabalhador, depois de ter sido demitido sem justa causa e ter se encaixado nos requisitos trazidos pelo Governo, irá pegar o seu computador e acessar o link ao lado http://saaweb.mte.gov.br.

saa.mte.gov.br

2º passo: depois de entrar na página, selecione o seu Estado e o Município. Depois coloque em “tipo de atendimento” a opção “Entrada no seguro desemprego”. Por fim, o código de segurança e clique em “prosseguir”.

Ah, existem outras opções de serviços relacionados ao seguro desemprego que também podem ser agendados como por exemplo;

  • Entrada no seguro desemprego por ata judicial;
  • Recurso seguro desemprego;
  • Recurso seguro desemprego por ata judicial.

É interessante saber essas outras opções, pois alguma das 3 pode ser usada em um outro momento, e o cidadão já sabe onde encontra lá.

3º passo: preenchido todo o passo 2, o passo 3 lhe dirá a unidade de atendimento disponível; o endereço na qual ela se encontra; e a quantidade de vagas.

Caso não tenha vaga, ao lado aparecerá uma data para as possíveis próximas datas.

Fique de olho e acompanhe até você conseguir a sua.

Uma dica: algumas pessoas sentem dúvida na hora de colocar seus municípios, pois afirmam que eles não estão elencados nas opções.

Então, realmente, não são todos os Estados brasileiros que já conseguiram deixar o sistema online, por isso, nas cidades que ainda não possuem esse sistema, não há agendamento.

Você irá se dirigir na sua cidade no órgão responsável pelos trabalhadores e realizar um atendimento presencial.

4º passo: esse passo é exclusivamente para as pessoas que já realizaram o seu agendamento e por algum motivo não irão mais poder comparecer no dia.

Nesse caso, você poderá ir novamente no site  e analisar no canto esquerdo a opção de cancelar ou reagendar o seu atendimento.

Como esse atendimento é muito solicitado, se você não puder comparecer, por favor, não tire a vaga de outra pessoa que necessite. Reagende ou cancele. É bem simples.

Caso tenha ficado qualquer dúvida, você pode visitar: http://saamtegovbr.org/ e tirar todas suas dúvidas sobre o SAA.MTE.GOV.BR

DIFICULDADES AO AGENDAR JUNTO AO MTE

Infelizmente alguns trabalhadores tem dificuldades ao realizar o agendamento junto ao Ministério do Trabalho e Emprego e ao SAA.MTE.GOV.BR

Muitos leitores tem reportados para nós que não conseguem acessar o website, seja porque o site não entra ou está muito devagar.

Caso isso aconteça, o trabalhador deve se tentar entrar no portal em outro horário, quando há menos pessoas tentando agendar seu seguro desemprego.

Se o problema persistir, você pode sempre tentar realizar o procedimento em outro computador. Nunca tente entrar pelo celular, só irá dificultar mais ainda as coisas.

Se mesmo assim, você não obtiver exito em agendar seu seguro desemprego no MTE, você pode ir diretamente no posto de atendimento para tentar realizar o procedimento diretamente com um atendente.

AVISO: Não pague pelo agendamento! Há muito charlatões vendendo um serviço que é totalmente gratuito!

NÃO HÁ VAGAS NO AGENDAMENTO SAA.MTE.GOV.BR?

Muitos trabalhadores também estão relatando que não há vagas na hora de realizar o seu agendamento junto ao Ministério do Trabalho e Emprego.

Infelizmente há também quem se aproveite da situação, cobrando valores para realizar o procedimento do seguro desemprego.

Não é necessário realizar nenhum pagamento para agendar seu seguro desemprego!

Caso você não consiga de forma nenhuma realizar o procedimento de forma online no site do SAA.MTE.GOV.BR, você pode ir diretamente ao MTE da sua cidade ou ao órgão responsável, caso não tenha, e realizar o procedimento sem qualquer agendamento.

saa.mte.gov.br

Quem tem direito ao seguro desemprego?

Para aqueles que não conhecem muito bem sobre o tema, acham que todo trabalhador que foi demitido sem justa causa possui direito ao seguro desemprego no SAA.MTE.GOV.BR e não é bem assim.

Para consegui-lo é preciso se encaixar em alguns requisitos específicos.

Mas para melhorar seu entendimento, iremos colocar abaixo, os trabalhadores que possuem direito, além de explicar por que motivos isso ocorre.

Em primeiro lugar, como o próprio nome configura, terá direito ao seguro desemprego aquele trabalhador que se encontra sem nenhum vínculo empregatício no momento do pedido e no recebimento das parcelas.

Além de estar desempregado, ele deve ter sido demitido do empregado atual por conta de uma demissão sem justa causa, que consequentemente o tenha pego desprevenido.

Já que após estar empregado, o cidadão faz planos e conta certinho com aquele dinheiro que é depositado em sua conta toda início de mês e falta dele traz grandes consequências.

Cidadãos que podem requerer o seguro no SAA.MTE.GOV.BR são:

  • O pescador artesanal no período defeso (período em que a pesca é proibida e ele não possui outro meio de subsistência).

O governo entendeu que como é desse exercício que vem para a renda para colocar o alimento na mesa de milhares de pescadores, se existisse a proibição da pesca durante um certo tempo, era necessário, em contrapartida, auxiliar a classe de alguma forma, pois seria injusto deixar eles desamparados.

  • O trabalhador que possui sua CTPS assinada há pelo menos 12 meses para realizar a primeira solicitação; pelo menos 9 meses para realizar a segunda solicitação e 6 meses para a terceira e última solicitação.
  • Trabalhador que foi resgato de serviço que exercia condição análoga a de escravo.

O trabalhador que exerceu condição análoga a de escravo é sem dúvidas aquele que mais possui direito de receber o seguro desemprego. Já que se ele se encontrar desamparado, pode ser que não tenha outras opções e acabe voltando para a prática de serviços parecidos com o que ele foi resgato, por mera falta de opções.

  • E por fim, aquele trabalhador formal que estava com seu contrato de trabalho suspenso por motivo de participação em cursos de qualificação profissional que eram oferecidos pelo seu empregador.

O trabalhador formal para quem não lembra, é aquele que está com a sua carteira de trabalho em dias e devidamente assinada por uma empresa privada. Possuindo assim o seu contrato de trabalho suspenso para voltar mais qualificado para o mercado de trabalho, e consequentemente para ajudar o seu empregador, por isso, necessita desse subsídio.

Espero que você tenha gostado do Justiça 21, qualquer dúvida sobre o Sistema de Atendimento Agendado do Ministério do Trabalho e Emprego: SAA.MTE.GOV.BR, deixe seu comentário.

Fonte: http://saamtegovbr.org/