Seguro Desemprego

Agendamento MTE

O Ministério do Trabalho e Emprego é responsável por diversos serviços que dizem respeito ao trabalhador brasileiro, inclusive o Agendamento MTE.

Buscando formas de desenvolver suas atividades e facilitar a vida desses trabalhadores, é normal que o Ministério divulgue orientações e diretrizes para a população trabalhadora.

Dentre esses serviços disponibilizados, é possível observar que atualmente o mais procurado pelo cidadão é o agendamento MTE.

O agendamento, como o próprio nome já diz, consiste em o empregado marcar o dia a hora que deseja executar aquele serviço. Dando assim, muito mais conforto ao trabalhador, que não precisa passar horas e horas em filas para poder ter uma atividade realizada.

Agora ele poderá preparar seu dia e realizar seu agendamento, sabendo assim, quanto tempo irá gastar.

Se você gostou do tema e quer saber como o agendamento MTE funciona, fique conosco e acompanhe o texto até o final.

COMO MARCAR MEU AGENDAMENTO MTE

O primeiro passo para se familiarizar com o agendamento é saber onde encontra-lo.

Esse sistema fica disponibilizado através do SAA – sistema de atendimento agendado, através do endereço de URL: http://saaweb.mte.gov.br/inter/saa/pages/agendamento/main.seam

agendamento MTE
Escolha o Estado, o município e o tipo de atendimento no Agendamento MTE.

Após acessar o site você verá um enorme leque de opção de atividades que podem ter seus atendimentos agendados.

Escolha a que você deseja realizar e finalize o serviço no site.

Depois basta imprimir ou anotar o número de comprovante do seu procedimento e comparecer no dia marcado no local indicado para fazer seu seguro desemprego, CTPS ou outros serviços disponibilizados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

E SE EU NÃO PUDER COMPARECER NO DIA?

O Sistema de Atendimento Agendado ou Agendamento MTE foi feito para facilitar tanto a vida do trabalhador, quanto dos órgãos que são encarregados de executar suas atividades, pois com esse controle on-line, é possível saber quantas pessoas comparecerão diariamente aos postos de atendimento e assim ter uma maior noção de quantidade de atendentes para aquela data.

Por isso, ao realizar o processo de agendamento, você está mostrando ao órgão que comparecerá naquele dia específico.

Portanto, depois de ter concluído o procedimento, acontecer algum imprevisto, o próprio site lhe dá dois opções a serem utilizadas; re-agendamento do atendimento ou o seu cancelamento.

Lembre-se que há uma demanda que precisa ser cumprida todos os dias, e se você não comparecer e não cancelar ou reagendar, estará tirando a vaga de outro trabalhador que precisa executar seu serviço.

AVISO: Não pague para ninguém fazer o seu agendamento, visto que é um procedimento simples e gratuito. Muitos leitores vem reportando que pessoas estão cobrando de má-fé cinquenta reais para realizar o procedimento.

seguro desemprego
Lembre-se de levar todos os documentos para seu agendamento MTE!

AGENDAMENTO MTE SEGURO DESEMPREGO

Dentre as várias opções divulgadas pela página, um serviço que contêm grande número de acessos é o agendamento do seguro desemprego.

Para realizar esse agendamento, siga o passo descrito acima e marque o dia e a hora para comparecer no local designado.

O seguro desemprego é um benefício temporário pago ao trabalhador que foi dispensando sem justa causa e cumpre outros requisitos.

O primeiro passo para que você possa ter garantia a esse auxílio é realizando o processo de agendamento entre o 7º e o 120º dia após a sua demissão.

Depois de realizar todo o procedimento, você deverá comparecer no local apresentado pela página portando alguns documentos essências, sem os quais não conseguirá concluir seu pedido.

Entre esses documentos, você deve levar:

  1. Qualquer documento de identificação com foto que esteja dentro do prazo de validade;
  2. A sua CTPS – carteira de trabalho e previdência social;
  3. CPF – cadastro de pessoa física;
  4. O requerimento do seguro desemprego que deve ser emitido através do site do EmpregadorWeb;
  5. O termo de rescisão do contrato de trabalho;
  6. E por fim, documentos que comprovem os depósitos do seu FGTS.

Todos os documentos apresentados acima são de extrema importância e sem eles é possível que o seu pedido não seja nem analisado.

Pois bem, continuando o processo do seguro desemprego, após ele ter sido concluído e aprovado, você poderá consultar seu saldo ou a quantidade de parcelas através do site da Caixa Econômica Federal, pois é esse o banco responsável por esse pagamento.

Para realizar a consulta, clique no link abaixo https://sisgr.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01 e informe o número do NIS (que é o mesmo número do PIS ou PASEP) e a sua senha de acesso.

agendamento mte caixa
Basta preencher os dados corretamente e tirar o seu NIS

Se esse for o seu primeiro contato com a página, é só procurar a opção “cadastrar senha” e seguir todo o procedimento apresentado pelo site.

Lembrando sempre que as parcelas referentes aos valores do benefício variam de 3 a 5. E para saber com precisão quanto você irá ganhar é só analisar o tempo de serviço que foi laborado e quantas vezes já solicitou o benefício.

Se essa foi a sua primeira solicitação e o tempo de trabalho foi de no mínimo dezoito meses, você receberá 4 parcelas. Caso o tempo trabalhado tenha sido superior a vinte e quatro meses, você receberá 5.

No caso da segunda solicitação, se o tempo trabalhado foi de nove meses, você recebe 4 parcelas. Se o tempo de trabalho foi de no mínimo doze meses, receberá 5 parcelas.

E por fim, já em relação a terceira solicitação, seis meses trabalhados corresponde a 3 parcelas. No mínimo doze meses trabalhados, corresponde a 4 parcelas. E para vinte e quatro meses, 5 parcelas.

Você pode saber mais no nosso guia sobre SAA.MTE.GOV.BR

Em caso de dúvidas, deixe sua pergunta nos comentários abaixo.

seguro desemprego

SAA.MTE.GOV.BR – Seguro desemprego: Agendamento

A grande novidade que foi implantada pelo Ministério do Trabalho e Emprego foi a possibilidade de dar ao seguro desemprego um novo meio de realização do serviço pelo SAA.MTE.GOV.BR

Já que a agendamento do seguro desemprego funciona da seguinte maneira; você acessar a página do Sistema de Agendamento de Atendimento e analisará qual o dia disponível na sua região para realizar seu atendimento.

O site que informará o dia, com hora e local marcados.

Chegando lá, você dar entrada no seu direito e aguarda as outras etapas do processo.

Viu como é muito simples? Tudo funciona de maneira online.

Para que fique melhor o entendimento, iremos explicar o passo a passo do processo.

AGENDAMENTO SAA.MTE.GOV.BR

1º passo: o trabalhador, depois de ter sido demitido sem justa causa e ter se encaixado nos requisitos trazidos pelo Governo, irá pegar o seu computador e acessar o link ao lado http://saaweb.mte.gov.br.

saa.mte.gov.br

2º passo: depois de entrar na página, selecione o seu Estado e o Município. Depois coloque em “tipo de atendimento” a opção “Entrada no seguro desemprego”. Por fim, o código de segurança e clique em “prosseguir”.

Ah, existem outras opções de serviços relacionados ao seguro desemprego que também podem ser agendados como por exemplo;

  • Entrada no seguro desemprego por ata judicial;
  • Recurso seguro desemprego;
  • Recurso seguro desemprego por ata judicial.

É interessante saber essas outras opções, pois alguma das 3 pode ser usada em um outro momento, e o cidadão já sabe onde encontra lá.

3º passo: preenchido todo o passo 2, o passo 3 lhe dirá a unidade de atendimento disponível; o endereço na qual ela se encontra; e a quantidade de vagas.

Caso não tenha vaga, ao lado aparecerá uma data para as possíveis próximas datas.

Fique de olho e acompanhe até você conseguir a sua.

Uma dica: algumas pessoas sentem dúvida na hora de colocar seus municípios, pois afirmam que eles não estão elencados nas opções.

Então, realmente, não são todos os Estados brasileiros que já conseguiram deixar o sistema online, por isso, nas cidades que ainda não possuem esse sistema, não há agendamento.

Você irá se dirigir na sua cidade no órgão responsável pelos trabalhadores e realizar um atendimento presencial.

4º passo: esse passo é exclusivamente para as pessoas que já realizaram o seu agendamento e por algum motivo não irão mais poder comparecer no dia.

Nesse caso, você poderá ir novamente no site  e analisar no canto esquerdo a opção de cancelar ou reagendar o seu atendimento.

Como esse atendimento é muito solicitado, se você não puder comparecer, por favor, não tire a vaga de outra pessoa que necessite. Reagende ou cancele. É bem simples.

Caso tenha ficado qualquer dúvida, você pode visitar: http://saamtegovbr.org/ e tirar todas suas dúvidas sobre o SAA.MTE.GOV.BR

DIFICULDADES AO AGENDAR JUNTO AO MTE

Infelizmente alguns trabalhadores tem dificuldades ao realizar o agendamento junto ao Ministério do Trabalho e Emprego e ao SAA.MTE.GOV.BR

Muitos leitores tem reportados para nós que não conseguem acessar o website, seja porque o site não entra ou está muito devagar.

Caso isso aconteça, o trabalhador deve se tentar entrar no portal em outro horário, quando há menos pessoas tentando agendar seu seguro desemprego.

Se o problema persistir, você pode sempre tentar realizar o procedimento em outro computador. Nunca tente entrar pelo celular, só irá dificultar mais ainda as coisas.

Se mesmo assim, você não obtiver exito em agendar seu seguro desemprego no MTE, você pode ir diretamente no posto de atendimento para tentar realizar o procedimento diretamente com um atendente.

AVISO: Não pague pelo agendamento! Há muito charlatões vendendo um serviço que é totalmente gratuito!

NÃO HÁ VAGAS NO AGENDAMENTO SAA.MTE.GOV.BR?

Muitos trabalhadores também estão relatando que não há vagas na hora de realizar o seu agendamento junto ao Ministério do Trabalho e Emprego.

Infelizmente há também quem se aproveite da situação, cobrando valores para realizar o procedimento do seguro desemprego.

Não é necessário realizar nenhum pagamento para agendar seu seguro desemprego!

Caso você não consiga de forma nenhuma realizar o procedimento de forma online no site do SAA.MTE.GOV.BR, você pode ir diretamente ao MTE da sua cidade ou ao órgão responsável, caso não tenha, e realizar o procedimento sem qualquer agendamento.

saa.mte.gov.br

Quem tem direito ao seguro desemprego?

Para aqueles que não conhecem muito bem sobre o tema, acham que todo trabalhador que foi demitido sem justa causa possui direito ao seguro desemprego no SAA.MTE.GOV.BR e não é bem assim.

Para consegui-lo é preciso se encaixar em alguns requisitos específicos.

Mas para melhorar seu entendimento, iremos colocar abaixo, os trabalhadores que possuem direito, além de explicar por que motivos isso ocorre.

Em primeiro lugar, como o próprio nome configura, terá direito ao seguro desemprego aquele trabalhador que se encontra sem nenhum vínculo empregatício no momento do pedido e no recebimento das parcelas.

Além de estar desempregado, ele deve ter sido demitido do empregado atual por conta de uma demissão sem justa causa, que consequentemente o tenha pego desprevenido.

Já que após estar empregado, o cidadão faz planos e conta certinho com aquele dinheiro que é depositado em sua conta toda início de mês e falta dele traz grandes consequências.

Cidadãos que podem requerer o seguro no SAA.MTE.GOV.BR são:

  • O pescador artesanal no período defeso (período em que a pesca é proibida e ele não possui outro meio de subsistência).

O governo entendeu que como é desse exercício que vem para a renda para colocar o alimento na mesa de milhares de pescadores, se existisse a proibição da pesca durante um certo tempo, era necessário, em contrapartida, auxiliar a classe de alguma forma, pois seria injusto deixar eles desamparados.

  • O trabalhador que possui sua CTPS assinada há pelo menos 12 meses para realizar a primeira solicitação; pelo menos 9 meses para realizar a segunda solicitação e 6 meses para a terceira e última solicitação.
  • Trabalhador que foi resgato de serviço que exercia condição análoga a de escravo.

O trabalhador que exerceu condição análoga a de escravo é sem dúvidas aquele que mais possui direito de receber o seguro desemprego. Já que se ele se encontrar desamparado, pode ser que não tenha outras opções e acabe voltando para a prática de serviços parecidos com o que ele foi resgato, por mera falta de opções.

  • E por fim, aquele trabalhador formal que estava com seu contrato de trabalho suspenso por motivo de participação em cursos de qualificação profissional que eram oferecidos pelo seu empregador.

O trabalhador formal para quem não lembra, é aquele que está com a sua carteira de trabalho em dias e devidamente assinada por uma empresa privada. Possuindo assim o seu contrato de trabalho suspenso para voltar mais qualificado para o mercado de trabalho, e consequentemente para ajudar o seu empregador, por isso, necessita desse subsídio.

Espero que você tenha gostado do Justiça 21, qualquer dúvida sobre o Sistema de Atendimento Agendado do Ministério do Trabalho e Emprego: SAA.MTE.GOV.BR, deixe seu comentário.

Fonte: http://saamtegovbr.org/